5

Ex-Polegar, Ricardo Costa, passa por sérios problemas financeiros

Ricardo Costa
Ricardo Costa, ex-baterista do grupo "Polegar", vive uma situação financeira difícil. Em entrevistas ao jornalista Leo Dias, do jornal "O Dia", Ricardo contou que fechou seu restaurante devido às dívidas.

— Eu me encontro numa situação de desespero. Estou longe da minha cidade, não tenho os meus pais vivos, estou afundado em dívidas e sem saber a quem recorrer. Devo R$ 45 mil de empréstimo ao banco, estou R$ 12 mil negativo, tenho duas pensões alimentícias em aberto desde dezembro, tenho as prestações do meu carro atrasadas que já somam R$ 50 mil, além do aluguel do meu restaurante em Mogi das Cruzes, que está atrasado há quatro meses — conta o ex-artista.

O ex-Polegar mostrou gratidão e certa mágoa por Gugu Liberato, que o ajudou a montar seu restaurante e negou ajuda em outra oportunidade.

— Sempre que precisei de ajuda foi o Augusto (Gugu) que me estendeu a mão. Todas as vezes que pedi ajuda foi através de cartas. A primeira vez foi em 2009, quando ele ainda estava no SBT. Em 2010, fui até a Record esperá-lo na saída e entreguei uma nova carta explicando que eu precisava de ajuda, foi daí que ele montou o meu restaurante. Agora, a advogada dele, Fátima, disse que ele estava desempregado, vendendo os terrenos dele para pagar as próprias contas e que tudo que ele podia fazer por mim já havia feito. Fiquei desesperado. Consegui o número da casa dele e todas as vezes que eu ligava e falava meu nome diziam que era engano. Até que, uma vez, liguei e falei que era o Marcelo Augusto e ele me atendeu. Me senti muito mal por ter a certeza de que ele não queria mesmo era falar comigo.

O colunista questionou se o fato de ter escrito "Luto", em seu perfil numa rede social, sinalizaria um pensamento de suicídio. Ele respondeu:

— Sim, pensei. Coloquei aquilo ali como um anúncio, me vi sem saída e muito deprimido (choro). Não quero me fazer de vítima, mas minha situação é crítica. Meu carro está em busca e apreensão e ainda posso ser preso por dever pensão alimentícia. Resolvi fazer um apelo no Facebook porque não tenho vergonha da minha situação. Mais ou menos 40 pessoas se ofereceram para me ajudar com doações que variam de R$ 30 a R$ 40. Não sei se minha atual situação é para que pague o sofrimento que causei a algumas mulheres no passado… Tenho tentado ser uma pessoa melhor. É difícil estar numa situação dessas, ainda mais que vim de uma carreira artística.

5 comentários :

  1. Facil resolver, dx a luxuria de lado, dx levar o carrão,arruma um emprego para ganhar x por mes e leva uma vida comum, mas isto ninguem quer neh ?? Gugu montou o restaurante para o cidadão, não deveria nem pedir mais nada mas cada 1 cada 1

    ResponderExcluir
  2. quer viver uma realidade da qual não faz parte....É VÉIO ESTE LUXO NÃO MAIS TE PERTENCE....

    ResponderExcluir
  3. Renuncie certas coisas, desfaça-se de outras. Comece a catar latinhas, estudar pra concurso, faça cursos No Sebrae, Sesc, Senai etc. Não vai devolver o padrão soberbo de vida, mas vai ajudar.
    É interessante reconhecer que a situação determina a ação.

    ResponderExcluir
  4. Liga não xará...exceto pela pensão alimentícia, dívida não dá cadeia no brasil...É só vc fazer como minha cunhada e meu cunhado: Aguarde 5 anos que a dívida caduca...ou pelo menos seu nome fica limpo e vc estará apto para aplicar outros calote...
    Dá nada não...

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!

1-Comente apenas sobre o conteúdo da postagem, caso o comentário aborde outro assunto que não seja o exposto no texto, ele será excluído.
2-Não use palavras de baixo calão.
3-Se deseja comentar , reclamar ou participar das redes sociais do site, é só clicar no link desejado.

APROVEITE NOSSO CONTEÚDO NAS REDES SOCIAIS!

Twitter
Facebook
Orkut
TV Beleza Sergipana
Assine nosso feed
Entre em contato conosco